Houve um momento na história em que o progresso técnico ia de encontro à ecologia. O nascimento da indústria significou a proliferação de fábricas e o aumento dos níveis de produção só era possível de ser conquistado com maior quantidade de energia, através da queima de combustíveis fósseis ou de centrais nucleares. No entanto, a tendência está mudando. Agora as necessidades energéticas são outras e o progresso técnico costuma vir acompanhado de um maior compromisso ecológico.

 

O que há anos começou como parte das políticas de responsabilidade corporativa agora se transformou numa necessidade econômica. A tecnologia e a ecologia se estão aliando e, este aperto de mãos é cada vez mais sólido. A eficiência energética é agora um dos objetivos de qualquer dispositivo tecnológico.

 

A eficiência significa menor consumo de energia, o que condiz um maior respeito pelo meio ambiente. E hoje em dia em muitos nichos tecnológicos se procuram produtos eficientes ao máximo. O campo da eletrônica de consumo é um dos mais próximos, como por exemplo, desde a tecnologia LED (lâmpadas ultraeconômicas), celulares a caixas de som, passando por mouses sem fio ou fones de ouvido por bluetooth. Portanto, a utilidade de um produto passou a estar ligada a sua autonomia, que vem a ser o mesmo que dizer à sua eficiência.

 

Próxima a esta categoria se encontram a domótica e a internet das coisas. Na fabricação deste tipo de dispositivos também se procura a eficiência, pois são produtos que estarão em contínuo funcionamento. Mas além disso, seu objetivo costuma estar relacionado à economia de eletricidade ou água, além de outros recursos. Enquanto que na indústria, smart cities, e outros campos onde a internet das coisas está despontando, o objetivo costuma ser controlar de perto alguns processos para evitar o desperdício de recursos, o que acaba sendo um sinônimo de cuidar o meio ambiente.

 

A tecnologia LED (via lâmpadas LED) é um dos melhores exemplos onde a eficiência energética é uma forma de economizar bilhões ao ano. As pessoas estão cada vez mais conscientizadas da importância da economia de recursos simplesmente por causa da sustentabilidade econômica, que acaba derivando em sustentabilidade ecológica.

 

Conheça a linha de produtos Autopoli e experiencie essa nova tecnologia em seu veículo.

 

 

Um abraço para todos.

Roberta Calderini.

Sócio-Diretora Comercial e de Marketing da Autopoli Automotive Technology.

Fonte - Texto: Blogthinkbig.com - Telefônica. "Sobre como tecnologia e ecologia se vão aliando cada vez mais". Texto editado. Por Pablo G. Bejerano. http://bit.ly/2oNOrkp